Total de visualizações de página


Vazado por Bruno Mendes, Jefferson elogia xodó do Bota: 'Cheiro de gol'

Autor do gol do Guarani na derrota por 2 a 1, na Copa do Brasil, atacante, agora jogador do clube carioca, conquista confiança de sua ex-vítima

 

Por Thales Soares Rio de Janeiro


video
 

No dia 4 de abril, Bruno Mendes ainda não havia completado 18 anos de idade e já atuava como titular do Guarani. Ele marcou o único gol do time (veja o vídeo) no jogo de ida do confronto com o Botafogo, pela Copa do Brasil, quando o time campineiro perdeu por 2 a 1. A equipe paulista acabou eliminada da competição, mas ele chamou a atenção. Seis meses depois, virou herói no clube carioca, no empate em 1 a 1 com o Grêmio e na vitória por 3 a 2 sobre o Vasco.

Contra o Botafogo, Bruno Mendes fez um belo gol e vazou o goleiro Jefferson. Contra o Vasco, o atacante atuou pela primeira vez ao lado do companheiro, que estava com a seleção brasileira em seus dois primeiros jogos com a camisa do clube alvinegro. O suficiente para receber elogios do capitão do time.

- Ele tem cheiro de gol. Fico feliz pelo Botafogo poder descobrir um jogador da qualidade dele. Vai nos ajudar muito nos últimos sete jogos do Campeonato Brasileiro. Todos falaram com ele, deram parabéns e esperamos que continue com os pés no chão. Ele tem uma cabeça boa e vai fazer a história dele aqui no Botafogo - disse Jefferson.

Na jogada do gol de Bruno Mendes, ele passa por Fábio Ferreira, deixa Andrezinho e Marcelo Mattos no chão e toca por baixo das pernas de Jefferson. No Botafogo, já marcou três gols em três jogos, sendo que atuou pouco mais de 100 minutos com a camisa do clube.  

- Tive a oportunidade de jogar contra ele. Precisa de um tempo, mas já fez muito em pouco tempo. É um grande atacante, finalizador e vai mostrar isso para o torcedor nesse fim de Brasileiro e no ano que vem também - comentou o volante Marcelo Mattos.

Bruno Mendes tem apenas 18 anos de idade. Ele teve seus direitos comprados do Guarani por um grupo de investidores do exterior e foi vinculado ao Macaé, com contrato até setembro de 2017. O Botafogo o contratou por empréstimo até o fim de 2013 e tem um percentual garantido em uma negociação.