Total de visualizações de página

Bolívar é absolvido, e Oswaldo, advertido por vídeo no site do Bota

TJD/RJ multa o clube alvinegro em R$ 2.500 por publicar em seu site oficial preleção feita antes do clássico com o Fluminense

 

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro


                                                      VER VÍDEO AQUI  - CLIQUE NO PLAY

video


O polêmico vídeo que o Botafogo postou em seu site oficial após o empate em 1 a 1 com o Fluminense, disputado no dia 27 de janeiro, pela terceira rodada da Taça Guanabara, acabou resultando num pequeno prejuízo para o clube alvinegro. O zagueiro Bolívar, acusado de agir antidesportivamente contra os adversários, foi absolvido por unanimidade pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/RJ), nesta terça-feira. O técnico Oswaldo de Oliveira, julgado por incitar a violência, foi apenas advertido. Já o Botafogo terá de pagar R$ 2.500 de multa. A informação é do site "Justiça Desportiva".

Com a decisão, os dois poderão participar normalmente da final da Taça Guanabara, domingo, contra o Vasco. O áudio-visual publicado uma semana depois do jogo mostra o treinador se referindo na sua preleção para o clássico com palavrões aos tricolores e falando "mete a mão na cara como eles estavam fazendo". Já o zagueiro afirmou aos companheiros: "Vamos deixar cicatrizes nesses caras".

A Procuradoria do TJD/RJ denunciou Oswaldo e Bolívar após analisar as imagens do vídeo. Oswaldo respondeu por “ofender alguém em sua honra”, de acordo com o artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e por “assumir conduta contrária à ética ou disciplina”, com base no artigo 258. O treinador poderia ser suspenso por até 12 jogos, além de receber multa entre R$ 100 e R$ 100 mil, somadas as duas penas. Já o zagueiro também foi denunciado com base no artigo 258, que prevê de um a seis jogos de suspensão.