Total de visualizações de página

'Sprint à la Bolt': Seedorf chega a 30km/h e deixa rival bem para trás

Holandês inicia corrida para o terceiro gol atrás de Leandro Guerreiro, mas mostra vigor físico para ultrapassar cruzeirense antes de dar assistência

 

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro
 
video

Dez minutos do segundo tempo da partida entre Cruzeiro e Botafogo. Lado a lado, os 33 anos de Leandro Guerreiro contra os 36 de Seedorf. O holandês inicia a corrida atrás e termina à frente do rival, avança e cruza para Jadson marcar o terceiro gol da vitória por 3 a 1. No tira-teima do lance, a arrancada do holandês ganha números.

Seedorf inicia a corrida a 21km/h, cai para 14km/h ao mudar de direção e chega a 30 km/h de velocidade máxima antes de desacelerar novamente, observar o companheiro e passar a bola. Paralelamente, o oponente cruzeirense atinge 24km/h, mas sua performance cai para 20km/h e ele fica facilmente para trás.

À parte alguns atenuantes, como por exemplo, a superfície fofa, a chuteira com travas e a concentração dividida com a necessidade de conduzir a bola, Seedorf deu um pique de atletismo. Se mantivesse uma velocidade média de 30km/h, ele completaria 100 metros em 12,04 segundos.

- Ele é um atleta geneticamente muito forte, que colhe os frutos por ter se cuidado a carreira inteira. Ele gosta do que faz - disse recentemente o o preparador físico do Botafogo, Ricardo Henriques.
Uma lúdica comparação: o jamaicano Usain Bolt bateu o recorde mundial dos 100m, com 9,58s, a uma velocidade máxima de 44,72 km/h, e média de 37,58 km/h.

Seedorf contra o Cruzeiro:
 
Finalizações: 2
Passes certos: 76%
Faltas cometidas: 2
Faltas sofridas: 3
Roubadas de bola: 0
Impedimentos: 1
Bola levantada: 1
Dois gols após quase cinco anos

A atuação de luxo contra o Cruzeiro e os dois gols garantiram a Seedorf outro dado estatístico importante. A última vez em que havia marcado duas vezes em um mesmo jogo aconteceu com a camisa do Milan, na goleada por 4 a 1 sobre o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, no dia 24 de outubro de 2007, pela Liga dos Campeões.

Nessa temporada (2007/2008), Seedorf marcou nove gols em 41 jogos disputados, incluindo um pela seleção holandesa. Pelo Botafogo, chegou a cinco em apenas 12 partidas. Antes, havia marcado nas vitórias por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, no Serra Dourada, e por 2 a 0 sobre o Sport, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro, e contra o Palmeiras, quando o time venceu por 3 a 1, no Engenhão, pela Copa Sul-Americana. Em seu último ano no Milan (2011/2012), fez apenas três gols em 30 jogos.

O próximo jogo do Botafogo é contra o Náutico, domingo, às 16h (de Brasília), no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro. O time ocupa a sétima colocação, com 34 pontos, cinco atrás do Vasco, quarto na tabela, que seria o último classificado para a Taça Libertadores do ano que vem.

Compre a camisa do Seedorf na Loja Globoesporte.com